5 dicas infalíveis para vender seguros de saúde com networking - Portal Corretor SA

Portal Corretor SA

5 dicas infalíveis para vender seguros de saúde com networking

Vender seguros de saúde é uma atividade bastante atrelada às relações interpessoais. Essa é uma carreira na qual as habilidades comunicacionais e sociais são centrais para obter sucesso. Por isso, fazer networking é uma iniciativa tão importante para vender seguros.

Por meio dessa prática, o corretor pode ampliar sua carteira de clientes, obter indicações, iniciar parcerias que ajudarão a captar prospects e manter sua marca na vitrine.

Entretanto, para isso, apenas se fazer presente, distribuir cartões e seus contatos não é suficiente. A seguir, confira dicas para montar uma estratégia vencedora de networking para vender seguros de saúde. Acompanhe.

1. Potencialize suas oportunidades de networking para vender seguros

As oportunidades para fazer networking são vastas. Naturalmente, é preciso filtrá-las levando em consideração quem é seu público de interesse.

Assim, amplie seu radar para avaliar a participação, por exemplo, em:

  • Eventos de câmeras de comercio locais e de federações de entidades empresariais;
  • Eventos voltados ao RH e à Gestão de Pessoas;
  • Eventos sindicais;
  • Ações sociais em espaços de coworking.

Lembre-se sempre de chegar cedo e de participar não somente de momentos de apresentação profissional, como também de socialização – como happy hours, coffee breaks, etc.

2. Para vender seguros, o networking virtual também é um aliado

Cada vez mais, pessoas físicas e jurídicas estão utilizando a internet em algum momento do processo de contratação de seguros – seja para pesquisa inicial, comparação de coberturas e diferenciais de serviço, etc.

Assim, se sua corretora já tem um site, avalie inserir recursos ou integração com ferramentas sociais. Além disso, capriche em suas páginas e perfis de negócios nas redes sociais. Para fazer networking e vender seguros no LinkedIn, que é uma rede voltada a relacionamentos profissionais, por exemplo, você pode enviar mensagens de apresentação para prospects, participar de grupos, compartilhar materiais relevantes.

Além disso, recentemente, foi lançada nessa rede uma plataforma de eventos, que você pode utilizar tanto para participar de iniciativas interessantes para construir sua rede de contatos quanto para criar ações de networking e potencializar sua captação de clientes. No LinkedIn, também há o recurso Encontre leads, que pode ajudá-lo a se conectar com profissionais com seu perfil de interesse – por exemplo, analistas de RH, os responsáveis pela contratação de seguro saúde.

3. Não troque apenas cartões, ofereça soluções

Ao fazer suas abordagens de networking para vender seguros de saúde, é importante sempre ter em mente que um dos objetivos centrais de seu trabalho é o de ajudar as pessoas a protegerem o que é mais importante para elas: sua saúde e a de seus familiares, ou os colaboradores que tornam a existência de seu negócio possível.

Assim, ao invés de apenas oferecer seu cartão ou contato ao conhecer um cliente em potencial, sempre pense no que você pode fazer para ajudá-lo. Para isso, é importante estabelecer uma conversa franca, buscando conhecer mais detalhes do perfil e das dores de seu prospect. A partir disso, você poderá demonstrar que oferece atendimento personalizado, oferecendo um seguro que seja alinhado às suas reais necessidades, tornando a conversão mais ágil e facilitada.

4. Tome notas

Em situações de networking para vender seguros, você, provavelmente, entrará em contato com bastante pessoas. Em um primeiro momento, pode parecer que você lembrará dos pontos centrais de cada interação, mas não corra o risco desnecessário de confundir pessoas ou se esquecer de dados importantes.

Então, sempre faça anotações. Se o evento for presencial, você pode utilizar o verso do cartão de visitas do prospect para anotar seu LinkedIn ou sobre o que vocês conversaram. Em eventos online, você pode utilizar apps de blocos de notas ou, mesmo, já iniciar um cadastro em seu CRM (claro, se houver o opt-in do contato).

A partir disso, você poderá continuar seu fluxo de follow-up, inserindo algum detalhe no e-mail de apresentação ou solicitação de conexão na rede social, por exemplo, demonstrando sua atenção e facilitando o início do relacionamento.

5. Desenvolva seu elevator pitch

Essa prática, comum nas startups, também pode ser utilizada para vender seguros. Em tradução literal, o "discurso de elevador" é uma espécie de versão resumida da sua abordagem de vendas – do seu pitch -, uma apresentação rápida e interessante que pode ser feita rapidamente – seja em um elevador, em encontros inesperados, em uma feira, congresso ou evento virtual.

Um bom elevator pitch apresenta um benefício atrativo, um elemento diferenciador de seu produto e um fechamento com uma chamada para ação – isso é, seu ouvinte deve ter uma motivação para continuar a conversa. 

Assim, tendo desenvolvido seu elevator pitch, você estará mais bem preparado e seguro para fazer networking onde estiver e criar uma boa impressão, mesmo com pouco tempo e poucas palavras.

E então, pronto para aplicar essas dicas de networking para vender seguros de saúde? Continue acompanhando nosso blog para se profissionalizar cada vez mais no setor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *